no

Salvador, Natal e DF anunciam suspensão da vacinação de adolescentes

O Governo Federal da Região e as prefeituras de Salvador e Natal anunciaram hoje (16) que deixarão de vacinar adolescentes sem comorbidade. As medidas foram tomadas depois que o Ministério da Saúde recuou e mudou o rumo da questão, passando a indicar apenas a imunização de adolescentes com comorbidade.

Em sua conta no Twitter, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), disse que decidiu seguir as instruções do ministério e que aguardará mais indicações do dossiê sobre como agir em relação a esse público.

“Houve o caso de um jovem paulista que adoeceu após ser vacinado. “Por isso, vamos aguardar as novas diretrizes do Ministério da Saúde, que nos informará, nesta sexta-feira, como iremos proceder”, disse Ibaneis.

A cidade de Salvador também usou seu Twitter para anunciar a decisão, sem dar mais detalhes, quais serão os próximos passos na imunização de adolescentes sem comorbidades.

Críticos

O governo paulista divulgou nota afirmando que a decisão do ministério vai de encontro a outros países que imunizam esse público, como Estados Unidos, Chile, Canadá, Israel, França e Itália.

“Restringir a vacinação completa de jovens de 12 a 17 anos significa que o impacto da pandemia nas vidas dessa população é subestimado. Três em cada dez adolescentes que morreram com Covid-19 não apresentavam comorbidade em São Paulo. “Esse grupo ainda responde por 6,5% dos casos e, como os adultos, está em processo de retomada do cotidiano, retorno às aulas e às atividades socioculturais”, disse o governo.

O secretário de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, comentou em seu Twitter que a nota do Ministério da Saúde não era explícita: “nem vacinas nem contra-indicada vacinação para adolescentes”.

Em junho, o Serviço Nacional de Saúde (Anvisa) aprovou o uso da vacina Pfizer / BioNTech para adolescentes a partir de 12 anos.

Recomendado:  A inércia física custa RUS $ 300 milhões no SUS

A Agência Brasil foi contatada para saber se o serviço fará comentários e aguarda feedback.

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

UNEB: PROMOVE O III SIMPÓSIO DE CUIDADOS PALIATIVOS E O I SIMPÓSIO DO GRUPO DE APOIO AO FAMILIAR DA CRIANÇA EM UTI PEDIÁTRICA

VULCÃO CAPAZ DE GERAR TSUNAMI NA BAHIA E DEVASTAR SALVADOR ENTRA EM ESTADO DE ALERTA