no

Gloria Groove diz que ‘A Queda’ é sobre sua história com o cancelamento

Seguindo com a divulgação da sua nova era musical, Gloria Groove lançou nesta sexta-feira (15) o videoclipe de “A Queda”, single que integrará o álbum “Lady Leste”. Com letra que remete a cultura do cancelamento e atenção midiática, a cantora revelou ao EM OFF que já viveu a história contada na canção. “Ela retrata muito o que eu e outras pessoas já passaram”.

“É um resumo da minha visão como público, acho que é por isso na hora de cantar a música eu falo ‘respeitável o público’, porque eu já vi esse circo, já vivi esse show de horrores antes, eu sei como é viver um pouquinho dele. Então, acho que é uma soma disso tudo, é muito uma impressão de como eu analiso, quando a gente tá vendo uma situação, você não tá vendo só a reação de quem tá sendo atacado, você tá vendo muito a reação de quem tá atacando, e quais ferramentas e quão ardilosas as pessoas podem ser”, pontuou.

Em coletiva de imprensa realizada na tarde de hoje, Gloria Groove abriu o jogo sobre a cultura do cancelamento. “Eu acho que não tenho muitos haters, eu vejo outras [pessoas] passando por isso de uma forma mais intensa e isso acaba passando pra mim como uma situação que tá me despertando algumas coisas. Muitos são os motivos que podem levar alguém a ser cancelado, eu acho que aprendi achar um jeito de lidar com isso”.

“O que tem me ajudado muito é perceber que o cancelamento, ele geralmente vem de um momento em que o grande público consegue reparar um grande traço de humanidade de uma pessoa que a gente esperava que tivesse um comportamento X. E aí, todo mundo percebe que ali atrás tem gente, o cancelamento igual a frustração ou diferente de frustração, acho que esses conceitos se misturam um pouco”, afirmou.

Recomendado:  Samara Felippo desabafa: ‘Vejo amigas que perderam papeis porque não deram para o diretor’

Apesar de retratar parte da sua história de vida e sua visão sobre as situações difíceis enfrentadas pela sociedade, Gloria Groove diz que “A Queda” tem a missão de provocar reflexão nas pessoas. “A música tá ali mais pra mandar o meu recado e dizer assim: ‘eu tô aqui, eu recebo o amor, aceito o amor, mas eu sei muito bem do que o ódio é capaz. Ela tá ali pra tirar essa reflexão, causar um despertar, eu não lembro de ter visto alguém falar de ódio de uma forma tão versátil”, enfatizou.

Durante conversa com jornalistas, a cantora falou sobre a parceria com o diretor do clipe de “A Queda”, Felipe Sassi. O profissional já trabalhou com a artista em Sedanapo, outro trabalho de grande repercussão e que já conta com mais de 19 milhões de visualizações no YouTube. A expectativa para o lançamento de “Lady Leste” tem tomado conta dos fãs, mas Gloria Groove optou por continuar com o mistério sobre a chegada do novo álbum às plataformas digitais de música.

“O processo criativo com o Felipe [Sassi] foi fluído e emocionante, como geralmente é. A gente se conversa e entende muito sobre as preferências um do outro. Já existiu um filme na cabeça, porque antes da música começar eu já falei tudo o que eu espero e estou pensando. Ele não só entende de escrever aonde quero chegar com a mensagem, como tem a preocupação de criar imagens que contem cada seguimento da música”.

Tida como uma das principais drag queens do Brasil, Gloria Groove diz que não trabalha para se tornar a maior do país. “Não estou preocupada em ser a maior drag disso ou daquilo, eu amo isso, é uma coisa que me empondera, é um recorte que me deu coisas que eu nunca tive na vida: a autoconfiança, identificação, viver como uma estrela em frente ao espelho. É claro que eu adoro ser uma drag, mas isso não me limita, isso não me caracteriza. É uma criação que me fez chegar a um lugar muito bom, de confiança e criação comigo mesma”.

Recomendado:  Bruno Montaleone reage a rumores de romance com Luísa Sonza


Escrito por Bonfim Notícias

Especial The Masked Singer Brasil: horário do programa neste domingo

Em Gênesis, Teruel trai Apepi e mata vilão para salvar Asenate: ‘Não podia permitir’