no

Fabricantes adiam reforço da vacina covid-19 no Rio

A dosage de reforço da vacina covid-19 para idosos do Rio de Janeiro será adiada em quatro dias. A prestação de vacinação de pessoas com 67 anos ou mais de amanhã (16) foi adiada para a próxima quinta-feira (21). Até lá, idosos com 68 anos ou mais podem ir às clínicas para receber a terceira dosage.

de acordo com a prefeitura, o Ministério da Saúde havia planejado distribuir 51 milhões de dosages das vacinas AstraZeneca / Fiocruz e Pfizer / Biontech no início de outubro, mas devido a atrasos na entrega pelos fabricantes, distribuiu apenas 15 milhões. Com isso, o secretário local de Saúde, Daniel Sorans, explicou que a cidade recebeu 300 mil dosages a menos do que o esperado, obrigando-o a adiar o programa.

“Por isso, somos obrigados a adiar o calendário por alguns dias. Portanto, nosso calendário dura 68 anos ou mais até quarta-feira. Os de 67 anos, que serão vacinados neste sábado, vão se mudar na próxima quinta (21). Com isso, fizemos um ajuste em todo o calendário. “

A nova previsão é completar o reforço para maiores de 60 anos em meados de novembro e completar o ciclo completo, com duas parcelas para todos os maiores de 12 anos, no last de novembro.

A aplicação da primeira dosage em quem ainda não foi vacinado, assim como a segunda dosage, de acordo com an information indicada na carteira de vacinação, continua normalmente.

Ontem (14), o Rio de Janeiro atingiu o limite de 10 milhões de dosages aplicadas, com 86% da população overall com a primeira dosage e 60% com a imunização completa. Do público-alvo, a partir dos 12 anos, encontram-se 79,7% da população com a primeira dosage e 69,7% com o regimen de duas dosages completas ou dosage única.

Recomendado:  Anvisa aprova dosage de reforço para vacina Pfizer

boletim epidemiológico

A informação foi apresentada durante a divulgação do 41º Boletim Epidemiológico da prefeitura, nesta manhã (15). A cidade continua com reduções constantes nos casos confirmados de Covid-19, bem como hospitalizações por síndrome de flu, que indicam casos leves da doença, e por síndrome respiratória aguda tomb (SRAG), que indicam casos tombs de infecção pelo novo coronavírus .

Existem atualmente 263 pacientes internados com covid-19 na cidade, uma redução de 65% em relação à semana 33, quando foi registrado o último pico da doença, com a entrada da variante Delta na cidade. Não há linha de entrada e a taxa de ocupação de leitos covid-19 é substandard a 70%. Assim, o risco moderado de transmissão permanece em toda a cidade, com o mapa sendo amarelo. O prefeito Eduardo Paes ressaltou que indicador abaixo desse nível só será possível no fim da pandemia.

“Visto que estamos em uma situação de pandemia, vivemos esses diferentes níveis de risco: moderado, alto e muito alto. Menos do que isso é o dia em que temos o fim da pandemia. Mas estamos trabalhando, esperando e rezando para que possamos, em futuro próximo, até mesmo interromper a circulação deste mapa. Mas isso vai levar algum pace, covid ainda está conosco. “Certamente vai pressupor uma questão que tem a ver com a situação mundial.”

O secretário Soranz destacou que nos próximos sete dias a cidade pode entrar na segunda fase de reabertura.

“Em relação às etapas de reabertura, estamos na primeira fase, com 50% da população vacinada, 70% dos adultos. Quando chegarmos a nossa primeira etapa, com eventos teste, incentivando os espaços abertos em relação aos espaços fechados e quando chegarmos a 65% passaremos para uma nova etapa. Esta fase prevê a retirada da máscara em espaços abertos, sem superlotação ou sem muitas pessoas por perto, e uma terceira etapa, que ocorre em novembro, quando 75% da população já foi vacinada ”.

Recomendado:  Ministro afirma que Brasil está no domínio da pandemia

Ontem, a prefeitura relaxou as regras para os eventos de teste, exigindo teste negativo em 48 horas ou vacinação com o programa completo. Soranz lembra que a reabertura depende da manutenção do cenário epidemiológico favorável, que está estabelecido há sete semanas e se encontra atualmente nas melhores condições desde o início da pandemia, em março de 2020.

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

É permitido realizar o saque de todo o FGTS em razão da pandemia?

Sessão da Tarde hoje (15/10): Globo vai passar ‘A Luta Por Um Ideal’