no

Demitida da Record, Carla Cecato vira dona de loja de joias: ‘Cansei de ser empregada’

Demitida da Record em maio, Carla Cecato virou empresária. A jornalista de 43 anos está fora da TV e agora é dona de uma loja de joias, seu primeiro negócio próprio. “Cansei de ser empregada e funcionária. Não quero mais pedir emprego, quero gerar oportunidades”, desabafa.

A ideia de se lançar como empresária surgiu quando ela ainda estava no ar na Record, na qual ficou durante 16 anos. Como apresentadora do Fala Brasil, ela costumava receber comentários de telespectadores com elogios às joias que usava. A curiosidade e procura por suas peças aguçaram seu lado empreendedor.

“Uma semana antes de eu ser demitida da Record, fui procurar um fornecedor para começar a vender as peças que usava na TV. Elas não eram emprestadas da TV, eram minhas. Muitas pessoas ligavam para a emissora para perguntar de onde era meu brinco, colar ou anel. Resolvi ir até um fornecedor primário para poder revender”, conta ao Bonfim Notícias.

“A princípio seria uma lojinha simples no Instagram para vender as peças que eu usava na TV. Já estava querendo há muito tempo ter uma outra fonte de renda para não depender só da TV, por conta das notícias muito pesadas e insônia. Enfim, queria uma segunda via. Uma semana depois de visitar o fornecedor, a Record me mandou embora”, lamenta.

O baque inicial da demissão a afetou, mas por pouco tempo. Sem emprego, encontrou justamente nas redes sociais o apoio e incentivo que precisava. Ao ouvir relatos de suas seguidoras, decidiu seguir com seu projeto.

“Comecei a ir um pouco mais fundo nessa história e percebi que há muitas outras mulheres –pelas mensagens que recebi no Instagram– que se compadeceram da minha situação e se colocaram no meu lugar, porque estavam passando pela mesma coisa: desempregadas e precisando ajudar em casa”, relembra.

“Meu marido [Fabricio Frade] estava sem trabalhar por conta da Covid-19. Ele ficou muito grave. Então, resolvi abrir uma loja, a princípio online, para as pessoas poderem comprar. Meu objetivo maior é formar revendedoras”, anuncia.

Recomendado:  Neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart, atriz promove curso gratuito sobre trajetória do casal nas artes

Assim, o que inicialmente seria algo pequeno no Instagram virou um comércio online de joias, a 40K, com direito a site oficial e show room na capital paulista. Inicialmente, as vendas serão no varejo. Em 2022, os produtos poderão ser comprados no atacado. Carla inaugura seu empreendimento nesta quinta-feira (14), com uma transmissão ao vivo em sua rede social.

“Já encontrei um fornecedor e, a partir de janeiro e fevereiro, vou colocar as peças com 50% de desconto para que as mulheres possam revender usando meu nome e a minha marca para ganharem o próprio dinheiro. Espero que Deus me abençoe nessa empreitada”, torce.

“Minha mãe [Carol Cecato] foi mãe solo desde meus nove anos, quando meu pai morreu. Eu vi a luta dela. Quero ajudar outras a terem independência financeira”, explica.

reprodução/40k

Carla Cecato: loja de joias após demissão da Record

Retorno à TV

A marca de Carla tem brincos, anéis, colares e pulseiras banhados a ouro 18k, ródio e platina no catálogo. Há também acessórios em prata, importados da Itália. Os objetos são escolhidos pessoalmente pela agora empresária, que visita a fábrica, acompanha o processo de produção e gravação das pedras.

Com o empreendimento pronto para iniciar as vendas, a jornalista frisa que não foi fácil dar o primeiro passo em seu plano B. “Eu queria realizar uma coisa pequena, pois estava com medo de arriscar. É um negócio grande montar uma loja e contratar funcionário. Eu estava desempregada e não recebi uma bolada [da Record], porque eu era PJ [pessoa jurídica]”, lamenta.

“Vendi meu carro, que era um carrão, e comprei um carrinho ano 2014. Assim, investi no meu negócio porque meu objetivo agora não é só ganhar dinheiro, é realizar outras mulheres ganharem dinheiro. Aluguei uma sala em São Paulo e estou lançando a loja online para ficar conhecida no varejo antes de começar a vender no atacado. Botei minha margem de lucro lá embaixo para todo mundo poder comprar”, detalha.

Recomendado:  Gênesis: Com rosto mutilado, Neferíades passa fome, pede esmola e até se prostitui

No site da marca, a peça mais barata é um piercing por R$ 19,90. O produto mais caro é um conjunto de colar e brinco cravejado de pérolas por R$ 398,08. “Estou conseguindo realizar um preço bom com produtos de qualidade. Claro que é um passo arriscado, mas eu não queria mais ser vítima de empresas. Resolvi acordar para a vida”, ressalta.

Voltar para a televisão não está fora dos planos da comunicadora, que começou a carreira na Record em 2005, como repórter do Jornal da Record. Ela está em conversas com uma emissora e, em breve, voltará ao ofício que possibilitou sua virada como mulher de negócios.

“Não vou abandonar a televisão. Estou até de namoro com uma. Volto em breve. Mas isso [a loja] é uma coisa que não vou largar. Já falei para a próxima TV que vou trabalhar: ‘Olha, sou empresária agora’. Agora sou livre e não quero voltar a ser totalmente dependente [de uma emissora]. Quero poder realizar tudo. Quero virar empreendedora”, frisa.

E Carla está colocando seu objetivo em prática. Além da loja de joias, ela investiu em outro projeto: uma empresa de comunicação. “Vou começar a realizar cursos. Começo a gravar na semana que vem. O primeiro que farei é A Arte de Informar, para ensinar as pessoas a falarem na internet e no Instagram”, adianta.

“Também vou montar uma palestra: Não se Faça de Vítima. Para ninguém se realizar de vítima e transformar todos os problemas em oportunidades. Serão cursos online. Acho que o futuro é esse”, finaliza.

Veja comercial da loja de Carla Cecato:

Escrito por Bonfim Notícias

Sessão da Tarde hoje (15/10): Globo vai passar ‘A Luta Por Um Ideal’

Anitta revela o que ainda espera da carreira profissional