no

Covid-19: Rio tem queda de 30% no número de mortes por SRAG

O mapa de risco Covid-19, divulgado hoje (24), indica uma queda de 30% no número de mortes causadas por covid-19 e uma redução de 34% no tratamento para síndrome respiratória aguda tomb (SRAG). de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o estado do Rio de Janeiro permanece, pela quarta semana consecutiva, com a classificação geral de baixo risco (bandeira amarela). A região Norte do Rio de Janeiro apresentou a maior queda, com queda de 59,4% nos óbitos.

Segundo o subsecretário de Saúde Alexandre Chieppe, esses números, apesar da liberação da variante Delta no Rio de Janeiro, refletem avanços na vacinação. “Estamos vendo uma redução no número de internações, casos graves e óbitos. Os primeiros indicadores, como visitas às UPA, pedidos de leitos e taxas de ocupação, estão levando a um quadro epidemiológico que dá esperança de estarmos a caminho de volta ao typical “, disse ele. Chieppe.

Entre 22 de agosto e 11 de setembro, foram administradas 1.954.309 dosages da vacina à população do Rio de Janeiro. As taxas de ocupação dos leitos na rede SUS também diminuíram. A UTI passou de 59% na pesquisa former para 52%. e enfermagem, de 41% para 30%, a maior queda nas duas versões do estudo.

Das nove regiões do estado, sete têm bandeiras amarelas: Metropolitanas le II, Serrana, Norte, Baixada Litorânea, Baía da Ilha Grande e Médio Paraíba. A região Centro-Sul está na zona laranja e a região Noroeste é a única que permanece com a bandeira vermelha.

Cada bandeira representa nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, variando de roxo (risco muito alto), vermelho (risco alto), laranja (risco médio), amarelo (risco baixo) e verde (baixo risco muito perigoso). Os resultados obtidos para os indicadores apresentados auxiliarão na tomada de decisões, além de informar sobre a necessidade de medidas restritivas, dependendo do nível de risco de cada neighborhood.

Recomendado:  Covid-19: Brasil tem 15.700 novos casos e 537 mortes em 24 horas

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

Sem novo Bolsa Família, pressão aumenta para prorrogar auxílio emergencial

Rio de Janeiro aguarda programa de vacinação opposite Covid-19