no

Cantor sertanejo Zé Neto sofre onda de críticas após dizer que fará romaria montando em cavalo

O cantor sertanejo Zé Neto da dupla Zé Neto e Cristiano está envolvido numa polêmica que vem mobilizando protetores de animais. O cantor comentou nas suas redes sociais que para pagar uma promessa ele andaria mil quilômetros em uma romaria montando em cavalo com destino ao Santuário de Nossa Senhora de Aparecida.

Resposta da ativista sobre a promessa

Mas essa forma de pagar a promessa não pegou nada bem para o cantor e a resposta do público foi imediata, uma enxurrada de críticas tomou conta das redes sociais do cantor. Muitos ativistas da causa pet vem se mobilizando nas redes sociais converse a atitude do sertanejo, incluindo a protetora Luisa Mel que foi para os stories e soltou o verbo:

“Fiquei sabendo que um cantor, Zé Neto, de uma dupla sertaneja, fez uma promessa de sei lá o que e para pagar a promessa ele vai em cima de um burro andar 1.180 km. Não dá para acreditar. Não foi você que fez a promessa? Ajoelha no milho, vai andando. Não consigo entender esse negócio”, disse Luisa.

Luisa Mell (Foto: Reprodução)

A protetora ainda completou citando o exemplo de cavalo que em 2020 passou em uma romaria e foi atirado de uma ponte pelos fiéis:

“Todos os anos eu mostro as tragédias que acontecem nessas romarias, o estado lamentável e deplorável que os animais ficam. Burros, cavalos sofrem horrores. Ano passado eu mostrei que um cavalo passou mal em uma ponte e jogaram o animal da ponte. Uma das coisas mais bárbaras que eu já vi. Vocês acham que Deus gosta disso? Aceito todas as religiões, mas quer fazer promessa faz você, paga você. Esse negócio devia ser proibido. Zé Neto, vai andando, vai de bicicleta, aí sim é pagar promessa. O burro não tem nada a ver com isso. A pessoa pública devia dar exemplo”. Completou.

Recomendado:  Vaza foto de encontro amoroso entre Luan Santana e novo affair

Fala do Cantor

Em meio a repercussão negativa o Zé Neto foi para os stories e falou sobre o assunto.

“Temos uma caixa com medicamentos para dar todos os amparos para os animais e não é 1.300 km. Estamos preservando a saúde do animal e dos cavaleiros, então vamos que vamos. Partiu segundo dia de caminhada”, disse o cantor.

O cantor ainda comentou que haverá revezamento entre os animais.

Mesmo com as críticas o cantor segue com o percurso mas os comentários negativos não param de chegar nas suas redes sociais.

Escrito por Larissa Caxias

Covid-19: Vacinação avança e importação diminui no Rio de Janeiro

INSS altera regras para pedidos de crédito consignado (bloqueio e desbloqueio)