no

Campanha em breve alerta melhor para a prevenção do câncer de mom

O prolongamento da pandemia de covid-19 e a redução da demanda por serviços médicos por mulheres têm preocupado especialistas da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). de acordo com a entidade, houve queda de 70% na presença de mulheres nos hospitais.

No mês de outubro de Rosa, mês de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mom, a entidade reforça a importância da realização de exames preventivos e visitas regulares ao médico.

A campanha As Before Better chama a atenção para a necessidade de se adotar estilo de vida que inclua exercícios e alimentação saudável, minimizando os riscos não só do câncer de mom, mas também de muitas outras doenças. Outra mensagem basic da entidade é iniciar o tratamento na mesma hora, logo design após o diagnóstico, aumentando a sobrevida do paciente e as possibilities de tratamento.

O presidente da SBM, o mamologista Vilmar Marques, alerta que o contexto atual exige muita atenção devido à pandemia que tem reduzido a demanda e a realização de exames preventivos.

De janeiro a julho de 2020, o número de mamografias realizadas diminuiu 45% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Rede Brasileira de Pesquisa em Câncer de Mama, em colaboração com a SBM.

“Os mamologistas da SBM de todo o Brasil têm acompanhado esse movimento, que certamente variou de região para região, mas em todo o país houve queda na demanda por exames e tratamentos”, afirma Marques.

O especialista alerta que as consequências da redução da triagem no último ano não são boas. “O câncer não espera. Mulheres que falham na triagem correm e correm risco se forem diagnosticadas com doença avançada porque geralmente leva cerca de 10 anos para o growth atingir centímetro, mas a cada 6 meses ele tende a dobrar de tamanho. Tamanho, muito rápido, é claro , tendo as especificações do tipo de câncer ”, avisa.

É por isso que o diagnóstico precoce é tão importante. “Insistimos na mensagem do diagnóstico precoce porque é realmente vital para a paciente e suas chances de se submeter a um tratamento e cirurgia menos invasivos, além da chance real de cura. “No Brasil, cerca de 25% a 30% dos cânceres de mama são diagnosticados em estágio avançado”, diz o médico.

Para ele, a crise financeira provocada pela pandemia, que levou muitas famílias a abandonar o plano de saúde, é dos motivos da baixa procura de exames, mas não o principal. “Ele é dos fatores, mas não o mestre. “O principal era o isolamento social, sem dúvida.”

Recomendado:  Brasil registra 185 óbitos e 7.359 diagnósticos em 24 horas

Recorda que, além do Sistema Único de Saúde (SUS), as mulheres podem realizar exames gratuitamente em instituições de caridade como o Papai Noel e outros órgãos de assistência.

“Compreendemos a nossa incompetência com a pandemia e o isolamento social que foi necessário durante um determinado período. Mas agora, com o avanço da vacinação, é necessário não só repetir a rotina terapêutica, mas também acelerá-la. “Quanto mais cedo eu puder voltar, melhor”, avisa o especialista em tórax.

confiança no tratamento

A costureira Maria Gorete da Costa Majewski diz que sempre teve muito cuidado com a saúde. Por isso, apesar da pandemia, não faltou às consultas e exames habituais. Em uma dessas consultas, ele foi diagnosticado com câncer de mom aos 61 anos.

“Fiz uma mamografia em setembro de 2020 e meu médico me pediu para realizar novamente no início deste ano. Fiz isso na primeira semana de março. Quando o levei ao meu ginecologista, notei que seu rosto estava diferente ao verificar as imagens. Ele é meu médico há 34 anos e me encaminhou para um especialista em câncer de mama de confiança. Naquela mesma semana consegui marcar uma consulta e fiz uma mamografia para vê-la. “Desde então a minha luta começou, fiz vários exames, até chegar à biópsia, que constatou que o linfoma era muito invasivo”.

Maria Gorete da Costa Majewski – Maria Gorete da Costa Majewski / Arquivo Pessoal

Ela acredita que a atualização dos exames de rotina, apesar da pandemia, ajudou a descobrir a doença em breve. “Mesmo em uma pandemia, não perdi meus exames regulares, foi minha sorte. Quando soube do resultado da biópsia, minha primeira reação foi perguntar: por que sempre faço o exame quando tenho essa doença? Mas depois, mais calmo, aceitei que não sou melhor que ninguém, vou lidar com essa doença. “Em nenhum caso tive medo de iniciar o tratamento porque estávamos em uma pandemia, apenas pensei que tinha que me livrar dessa doença.”

Recomendado:  Covid-19: avaliação em seis áreas para risco moderado no RJ

Maria Gorete foi operada e continua o tratamento. “A mesma mamologista que me acolheu desde o início fez a minha cirurgia. O linfoma tinha seis milímetros de comprimento. Eu faço quimioterapia branca, são 12 sessões e já fiz dez, faço todas as sextas-feiras e a cada 21 dias tomo a vacina. Terminada a quimioterapia, iniciarei as sessões de radioterapia, que serão 15, de segunda a sexta-feira. O tratamento é longo, não é fácil, acho que o pior pra mim foi quando tive que raspar a cabeça, sou careca, uso chapéu o dia todo, não consigo me ver sem cabelo o dia todo, ganhei peruca em uma ONG “Mas não é a mesma coisa que ter nosso próprio cabelo.”

A costureira, que mora em Belo Horizonte, orienta quem está iniciando ou já fazendo tratamento a não pensar no lado negativo. “É uma fase ruim que a gente vai vencer, não descuide da saúde, coma bem, viva um dia de cada vez, sem pensar no pior, somos fortes”.

Ele avisa até mesmo aqueles que pararam de se preocupar durante a pandemia. “O câncer parece ter entrado com força total na pandemia, muitas pessoas não se cuidam, fazem exames de rotina. Não foi o meu caso porque sou muito rigoroso com a saúde e, mesmo assim, lido com a doença. “Espero poder ajudar a alertar as pessoas que não cuidam de si mesmas”.

monitoramento seguro

será destinado as pessoas não faz exames de rotina desde o início da pandemia e ainda tem medo de se expor em ambientes clínicos e hospitalares, o presidente da SBM destaca que as dependências oferecem atendimento seguro aos pacientes.

“Todos os cuidados, quer no consultório médico, quer nos hospitais e centros cirúrgicos, são efectuados de acordo com todos os protocolos de saúde e segurança, observando rigorosamente as medidas de higiene que garantem a integridade dos doentes e equipa médica.”

será destinado as pessoas acha que basta o autoexame, o especialista diz que é importante, mas deve ser relacionado ao exame clínico. “O conhecimento do corpo é extremamente importante para todas as pessoas, principalmente para as mulheres. O auto-exame permite que você conheça a si mesmo, mas não é o suficiente. “Os exames clínicos feitos pelo mamologista, que se somam aos exames de imagem, inclusive a mamografia, que é o mais eficaz para a detecção precoce do câncer, são insubstituíveis”.

Recomendado:  CTNBio aprova nova terapia de voltagem para tratamento de mieloma múltiplo

Fatores de risco

A SBM relata que diversos estudos constataram que o sobrepeso e a obesidade, além da falta de atividade física no dia a dia, aumentam o risco de câncer de mom e também proporcionam uma pior qualidade de vida será destinado as pessoas está em tratamento.

Um alto índice de massa corporal (IMC) no momento do diagnóstico pode reduzir a eficácia da quimioterapia à base de taxano, piorando os resultados de sobrevida. O taxano é uma droga lipofílica, portanto, a gordura do corpo do paciente pode absorver parte da droga stakes de atingir o growth. De acordo com esses estudos, pacientes com sobrepeso e obesos recebendo quimioterapia à base de taxano tiveram sobrevida livre de doença e sobrevida international significativamente pior em comparação com pacientes magros que receberam o mesmo program.

“O estilo de vida é essential nesse aspecto. Por isso, pelo segundo ano consecutivo, utilizamos nosso motto As Before Better, com o objetivo de chamar a atenção da população para algumas medidas que mitiguem esses riscos. “Como rotina de saúde preventiva, visite regularmente o especialista em câncer de mama e, mulheres com mais de 40 anos, façam mamografia todos os anos, pois o diagnóstico precoce é necessário para evitar cirurgias radicais, além de aumentar o potencial de tratamento”, reforça Marques. o

Dicas personalizadas para uma rotina saudável:

• Alimente-se bem e não vá muito longe sem arrival, ou seja, prefira arrival em intervalos mais curtos, em pequenas quantidades. Dê prioridade aos alimentos naturais e evite alimentos processados.

• Evite o excesso de gorduras e carboidratos simples, como açúcar adicionado em alimentos, doces, sucos enlatados ou ensacados, refrigerantes, pão branco, massas, preferindo sempre as opções de grãos inteiros.

• Tente arrival proteínas de boa qualidade, especialmente frutas e vegetais, pois são fontes de vitaminas e minerais essenciais e ricos em fibras que ajudam na saciedade e no bom funcionamento do intestino.

Exercite-se durante a semana. Idealmente, 150 minutos de exercício moderado ao longo de cinco dias ou 75 minutos de exercício intenso distribuídos ao longo dos dias da semana.

• Planeje o dia da sua refeição e tente segui-lo.

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

Sessão da Tarde da semana: programação de 04/10 a 08/10

Cauã Reymond e Isis Valverde estariam se encontrando em Paris