no

Butantan mostra a dinâmica da introdução do novo coronavírus no Brasil

Um estudo do Instituto Butantan, do governo de São Paulo, revelou a dinâmica da introdução do novo coronavírus no Brasil. Isso foi possível com o sequenciamento de 3.866 genetics do vírus SARS-CoV-2 coletados em todos os estados brasileiros entre fevereiro de 2020 e junho de 2021. de acordo com a análise, o país teve importante papel na disseminação do vírus em países vizinhos e arredores. mundo., devido à falta de restrições efetivas à saúde, principalmente em relação às viagens internacionais.

Pesquisas mostram que o estágio inicial da pandemia foi caracterizado pela circulação comum de muitas cepas de vírus ligadas a várias importações, a maioria das quais originadas na Europa. Isso foi feito stakes da implementação das medidas de restrição social, em abril de 2020. “Eles [variantes] “Eles não chegaram a apenas um lugar, eles circularam por todo o país”, disse Maria Carolina Sabbaga, vice-diretora do Centro de Desenvolvimento Científico do Butantan.

Até agosto de 2020, pelo menos 33 outras manifestações do vírus já haviam ocorrido durante a implementação das medidas cautelares, apontam os pesquisadores. “As medidas restritivas poderiam, por exemplo, ter sido tomadas anteriormente. É importante notar que o vírus respiratório é muito difícil de manter [restrito]“Mas outros países conseguiram se controlar melhor”, disse Maria Carolina. O artigo foi publicado como artigo na plataforma de pré-impressão MedRxiv.

A pesquisa mostra também que o Brasil foi uma espátula de variantes também em outros países, com pelo menos 316 eventos de exportação da variante Gama (anteriormente conhecida como P.1, Amazon) e 32 da variante Zeta (p.2). “As medidas restritivas mais fortes vieram, mas essas medidas foram posteriormente relaxadas por vários motivos. O que acontece; “Há uma variante que preocupa muito seriamente, que era o escopo lá em Manaus, e inicialmente se espalhou pelo Brasil e internacionalmente”, lembra a pesquisadora.

Recomendado:  Covid-19: Profissionais de treinamento recebem reforço de vacina em SP

Análises que mostram o movimento viral no Brasil também mostram que a região Sudeste foi a que mais contribuiu para as trocas virais em outras regiões, com 40%. É seguida pela região Norte, com 25% dos movimentos virais. O estudo mostra que a flexibilidade das viagens nacionais e internacionais, ocorrida em determinados momentos da pandemia, foi responsável pela introdução de novos executivos.

A análise filogenética da variante Gama mostrou que ela surgiu por volta de 21 de novembro em Manaus. Quanto à variante Zeta, que se acredita ter origem no Rio de Janeiro, a mesma análise mostra que teve origem no Paraná, no last de agosto de 2020.

“Essa sequência genômica é importante porque nos permite ver e monitorar como o vírus se espalha e como evolui. Com isso, podemos ajudar as autoridades de saúde pública a definir estratégias de domínio. “Nosso papel é informar as autoridades de saúde pública sobre esses estudos para que as decisões apropriadas possam ser tomadas para mitigar essa pandemia”, explica Maria Carolina.

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

Quem terá direito às parcelas do Auxílio Brasil, novo Bolsa Família?

Quando acaba a novela Nos Tempos do Imperador?