no

Brasil é responsável por 676 mortes e 17,7 mil infecções em 24 horas

O Brasil registrou 17.756 casos de coronavírus e 676 mortes causadas pela doença em 24 horas, segundo relatório epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Ministério da Saúde.

Com a confirmação dos novos diagnósticos para covid-19, o número complete de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 21.399.546.

Boletim epidemiológico 29.09.2021 – Ministério da Saúde

Ainda há 398.723 casos em acompanhamento. O nome é dado a casos ativos de pessoas que tiveram o diagnóstico confirmado e estão em tratamento pelas equipes de saúde ou em recuperação em casa.

Há 3.187 mortes por síndrome respiratória aguda tomb (SRAG) sob investigação. Isso ocorre porque, em muitos casos, a análise da causa continua mesmo após a morte.

Com as novas mortes, o complete de pessoas que morreram com a doença chegou a 596.122 pessoas.

Segundo o boletim, 20.404.701 pessoas já se recuperaram da doença.

Estados

No topo da lista de óbitos por estado estão São Paulo (149.621), Rio de Janeiro (66.015), Minas Gerais (54.466), Paraná ((39.041) e Rio Grande do Sul (34.827). As menores mortes registradas foram Acre (1.837), Amapá (1.978), Roraima (1.998), Tocantins (3.784) e Sergipe (6.009).

Vacinação

Os últimos dados do Ministério da Saúde mostram que 234,6 milhões de dosages da vacina Covid-19 foram administradas em todo o Brasil, sendo 145,6 milhões como primeira dosage e 88,9 milhões como segunda dosage (ou dosage única).

Em 24 horas, foram administradas 1.253.358 dosages. De acordo com o dossiê, 294,7 milhões de dosages da vacina Covid-19 foram distribuídas em todo o país.

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

como desbloquear o cartão do programa

Anvisa permite importação de radiofármacos