no

Auxílio Brasil de R$ 400 deverá se tornar permanente; entenda

Após a aprovação da PEC do Precatório na Câmara e tramitação no Senado, o governo sinalizou que o valiance da ajuda brasileira de R $ 400,00 será permanente. O relator da PEC dos Precatórios e chefe de governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), foi o responsável por encaminhar à jornalista Ana Flor as informações do website do G1.

O texto initial prevê o pagamento de R $ 400 até dezembro de 2022, caso haja orçamento para financiar os repasses. Com a nova postura do governo, o valiance pode ser pago por prazo indeterminado e se tornará permanente. Havia a previsão de que o programa de transferência de renda voltaria à média atual de R $ 224,41 a partir de 2023.

A PEC dos Precatórios está junto à Comissão Constitucional e de Justiça – CCJ e poderá ser adicionada à lista em breve. A duração do programa e a aprovação do valiance de R $ 400 também exigirão uma fonte de recursos e espaço no orçamento.

Há uma ala da economia dentro do governo que não está otimista quanto à decisão. No entanto, você precisa procurar uma solução de orçamento. O Congresso será essential para que o governo garanta o valiance médio de R $ 400,00 e a continuidade dos pagamentos. Com a aprovação do PEC Precatório pelo Congresso, o governo tem uma nova perspectiva de abertura de espaço financial.

Por meio da PEC, o governo poderá postergar mais da metade do pagamento da dívida da União, que passará para 89 bilhões em 2022, abrindo espaço financial de R $ 106,1 bilhões dentro da perspectiva orçamentária em 2022.

Um dos objetivos será ajustar o orçamento e identificar a fonte de financiamento do programa para garantir sua sustentabilidade. O governo ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, mas já estão em curso esforços para desenvolver os mecanismos necessários para dar continuidade ao valiance pretendido, principalmente da ala política do atual governo.

Recomendado:  Aposentados do INSS podem solicitar isenção do Imposto de Renda pelo application; saiba como

Uma das preocupações do governo é desobstruir a fila do cadúnico que, além de R $ 400,00, pode chegar a cerca de 17 milhões de famílias. Atualmente, mais de 22 milhões ficaram órfãos devido aos esforços de socorro extintos, incluindo rumores de que a ala política do governo estaria pagando uma 8ª parcela.

O governo não confirma isso, entretanto, e as preocupações orçamentárias tornaram essa probabilidade improvável.

Escrito por Bonfim Notícias

Final da novela Páginas da Vida: veja o que vai acontecer

‘Viúvas’ de Pedro, Luísa e Teresa choram juntas em Nos Tempos do Imperador