no

Aneel autoriza reajuste de 16% em três estados; confira quais

Um overall de quatro empresas que operam as linhas de transmissão de energia solicitaram uma licença de aumento.

As contas de eletricidade estão ficando mais caras para cerca de oito milhões de pessoas em três estados do país. O reajuste de 16% aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) valerá para os estados de São Paulo, Goiás e Distrito Federal. A homologação ocorreu na última quinta-feira (21) e agora é válida nesta sexta-feira (22) para GO, e no sábado (23) para DF e SP.

Um overall de quatro operadoras de linhas de energia solicitaram uma licença de aumento. Em São Paulo, as empresas EDP e CPFL Piratininga conseguiram aumentar a energia residencial para 16%. Para a indústria de alta tensão o reajuste é de 4%.

No estado de Goiás, a aprovação foi da Enel Distribuição, que prevê o mesmo reajuste de 16% para residências e 14% para a indústria de alta tensão. Na funding government, o Grupo Neoenergia obteve aprovação para aumento de 11% nas residências e de 9% na indústria de alta tensão.

A Aneel disse que as autorizações se devem ao alto custo das empresas na geração de energia devido à crise hídrica, além da inflação e oscilações do dólar. Os consumidores sentirão os efeitos na próxima conta de energia.

A revisão tarifária periódica da conta de luz desagradou grande parte da população, que já está sentindo os efeitos dos reajustes das mudanças tarifárias. Com o aumento da conta de luz, muitos serviços e produtos estão sendo reajustados, o que pode levar à redução do número de clientes.

Escrito por Bonfim Notícias

Mulher é morta a tiros por ator durante gravação de filme

Qual a idade de Giovanna Antonelli quando ela fez O Clone?