no

A mortalidade é alta entre pessoas com problemas cardíacos.

Estudo do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) mostrou alta mortalidade hospitalar (42%) em pacientes com covid-19 que desenvolveram cardiopatia problemas como resultado da doença.

O estudo, publicado na revista on the internet IJC Heart & Vasculature, também descobriu que 71% desses pacientes precisaram de cuidados intensivos durante a hospitalização e 54,2% tiveram danos ao músculo cardíaco.

O estudo também constatou, como fatores agravantes do quadro clínico e óbito, insuficiência cardíaca prévia, presente em 12,6% dos participantes do estudo, alterações no ecocardiograma (6%), síndromes coronarianas agudas (5,7%) e arritmias (4,5%).

O estudo foi conduzido pelo presidente do Conselho de Administração do Incor Roberto Kalil Filho e pela pesquisadora Patrícia Guimarães. Intitulado CoronaHeart, o estudo baseou-se na avaliação de 2.546 pessoas com idade média de 64 anos, atendidas em 21 unidades hospitalares de junho a outubro de 2020.

“Primeiro na América do Sul, este estudo agora faz parte do corpo global de informações sobre complicações cardíacas em pacientes com Covid-19, junto com pesquisas da Itália, Estados Unidos e Reino Unido. “Como cada população tem sua singularidade, é importante ter este estudo com uma perspectiva brasileira”, disse o Dr. Roberto Kalil.

Uma das peculiaridades observadas no Brasil foi o aumento do risco de morte em pacientes com algum tipo de câncer, devido à fragilidade do sistema imunológico. Esses dados são semelhantes aos resultados de pesquisas na China, porém, não foram registrados em estudos no continente europeu.

O estudo também mostrou que, ao contrário dos registros internacionais, no Brasil havia uma equação entre o número de mortes de homens e mulheres. Em outros países, o sexo masculino predominou no número de mortos. A versão completa pode ser lida aqui (Em inglês).

Recomendado:  Cesta de mamografia oferece exames gratuitos na Grande São Paulo

EBC

Escrito por Bonfim Notícias

Novela Gênesis: quantos anos José do Egito ficou preso

Em Gênesis, Sheshi é envenenado e se esvai em fezes na frente do povo: ‘Vergonha’