no

58,4% dos brasileiros sofrem estresse por problemas financeiros

A Associação Brasileira de Banqueiros (Febraban) publicou hoje o Índice Brasileiro de Saúde Financeira (I-SFP) em colaboração com o Banco Central. De acordo com o indicador divulgado hoje (19), 58,4% dos brasileiros vivenciam estresse devido a finanças que afetam o ambiente familiar.

A pesquisa foi realizada com mais de 5.000 cidadãos para avaliar se essa parte da população pode cumprir suas obrigações financeiras. Além disso, as informações coletadas serão utilizadas para criar ferramentas que forneçam algumas plataformas de educação financeira aos brasileiros.

O indicador também indicou que apenas 21,9% dos brasileiros estão dispostos a arcar com despesas inesperadas, ou seja, grande parte da população brasileira vive dentro do limite orçamentário. Além disso, em 2020, mais de 62 milhões de pessoas tinham nomes sujos no país, de acordo com o SPC.

“O padrão de resposta mostra as pessoas lutando para ter uma vida financeira estruturada, para fechar contas mensais e a difícil tarefa de ter reservas para emergências. Os entrevistados referem a necessidade de mais informações Finanças“Incertezas para lidar com o dinheiro e incertezas sobre o futuro”, relata a Associação Brasileira de Banqueiros (Febraban)

Algumas informações divulgadas pelo indicador

O indicador realizado por Febraban Em um relacionamento com o Banco Central do brasil defina uma pontuação de 0 a 100. Os resultados publicados mostraram que a média nacional foi de 57 pontos, o que é uma situação financeira equilibrada. No entanto, o resultado também mostra que há pouco espaço para imprevistos financeiros no dia a dia dos brasileiros.

A pesquisa, que inclui uma amostra representativa das regiões do Brasil, grupos de renda, idade e sexo dos respondentes, encontrou algumas situações de desigualdade. O indicador analisou que os homens têm uma situação financeira mais estável do que as mulheres.

Dos respondentes do sexo masculino, 10,1% apresentam excelente situação financeira e 8,3% concordam com o número mais preocupante. Das mulheres pesquisadas, 5,9% têm uma boa vida financeira e 15,1% têm uma situação mais preocupante.

Estresse de problemas financeiros

Conforme mencionado anteriormente, o Índice de Saúde Financeira do Brasil informa que 58,4% dos brasileiros estão sofrendo estresse por causa de problemas com o Finanças e isso se reflete na vida cotidiana Familys.

De acordo com pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) com pessoas com dívidas pendentes, 80% dos entrevistados sofriam de ansiedade e depressão devido à sua situação financeira.

Não poder pagar todas as contas em dia, saber que a eletricidade pode ser cortada ou até mesmo não conseguir levar comida para a mesa é um fator que tem contribuído para o aumento dos índices de depressão no país. De acordo com o IBGE, o Brasil viu o percentual de pessoas com depressão aumentar 34% em 2020.

Essas doenças psicossomáticas que ocorrem como resultado de estresse Com Finançasse envolver na rotina de no final Familys, o dia a dia das pessoas e até os planos dos cidadãos para o futuro.

Leia também:

Na Internet, “pressiona”:

< a href='https://noticiasconcursos.com.br/financas-58-4-dos-brasileiros-sofrem-estresse-por-problemas-financeiros/'>Fonte

Escrito por Bonfim Notícias

Veja como está Isabela Garcia hoje, a Lúcia de Sonho Meu

Saiba onde foi gravada a novela Nos Tempos do Imperador